sexta-feira, 25 de junho de 2004

Ch.Ch., Paris

Hoje fui andar pela cidade de bicicleta (do namorado da Charlotte, o Paul). Como estamos perto do solsticio, o sol so se poe perto de 10 da noite. A maior parte dos lugares estava fechado devido ao horario, eandei muito (que por si so' vale mais a pena que qualquer museu), e so' visitei o museu da idade media (construido sobre ruinas de termas romanas), e duas igrajas (st. Suplice (sp?) e st. Severin). Nesta ultima um padre velhinho (claro!) deva um sermao sentado para uma igreja lotada. Ou os franceses renasceram em jesus em massa, ou o cara fala muito bem.

Nao quero entrar muito no detalhe de ¨fui no museu X e catedral Y¨, entao pra resumir fui tomar o que alguns dizem ser o melhor sorvete do universo (na Ille de (...) a ille do lado da ille de la cite)) (valeu Lets!), andei mais umas horas, e voltei para assitir o jogo Franca x Grecia, classificatorio para a copa, com o Paul e as francesas.

Bom, a Franca perdeu, e esta fora da copa. Parecia um enterro, entao achei melhor nao sacanear (por simpatia e por nao gostar de apanhar). Ficamos conversando um tempo, e eles sao todos, sem excessao, muito simpaticos.

Estou sozinho aqui no Ch.Ch., ela foi dormir na casa do Paul. Amanha vou para Corsega. Vou tentar ir nas catacumbas, e vejo se ando mais de bicicleta.

PS: Item bizarro encontrado na Ch.Ch.: Isqueiro do Saddam Hussein, iluminado por leds multicoloridos e uma chama verde

So pra completar, no sabado de manha antes de pegar o aviao novamente sai de bicicleta. Fui nas catacumbas, que foram construidas em tempos Napoleonicos para guardar todos os ossos dos entao insalubres cemiterios parisienses. E' muito osso, eles pegaram os femures e cranios e fizeram muros de contencao (os cranios sao dispostos em motivos decorativos diversos). Atras desta barragem colocavam todo o resto. Em alguns cranios da' para ver buracos que podem ou nao ser a causa da morte. Alguns dos femures me pareceram meio artriticos tb. O teto tem uma mancha preta continua, devido as tochas que eram usadas ate inicio do sec. XX.

A ultima atracao parisiense que fui (no dia oficial do osso) foi o museu de historia natural. No terreo varios esqueletos sao dispostos em pose natural, parece que estao andando para algum tipo de arca de Noe' zumbi. E um museu bem seculo XIX, nao tao interessante quanto o de Londres, mas vale a visita.

Um comentário:

Ceci disse...

Que Bacana, amor! Parece que vc está se divertindo bem por ai! Bicicleta é mesmo um bom meio de locomoção aí em Paris! Aproveite!!
Adorei o esqueiro da Charlote!!
Saudades,
Ceci