sábado, 19 de julho de 2014

Universidade de Reading, Inglaterra>
The frugal airport shuttle



Pousei na Inglaterra depois de 10 horas de vôo e 2 horas de atraso. O piloto passou o tempo falando mal do controle de trafico aéreo brasileiro ('Eles não dizem nada, só mandam esperar!'). Cheguei, tirei a bicicleta da sacola, joguei fora o plástico bolha,  dobrei a sacola, coloquei a bolsa (que vai de bagagem de mão) no bagageiro, e sai pedalando. Seguindo pelo vale do Tâmisa, passei por Windsor e outras cidades nesta próspera região da Inglaterra. Já havia gravado meu trajeto no celular, feito no Google Maps especificamente para bicicleta. A saída do aeroporto foi um pouco mais tensa (embora não excessivamente; muitos funcionários pedalam para o trabalho, e existe até uma loja de bicicletas escondida em seu cavernoso interior), mas depois entrei no padrão usual de estrada regional -> estrada rural -> trilha de cascalho -> picada no mato. Devo admitir que a última iteração me surpreendeu um pouco. Mais uma e eu precisaria de um facão. Mas eventualmente eu avistava uma trilha a frente, e o padrão se revertia. Exceto por uma ocasião em que entrei em um haras por engano e fui perseguido sem muito entusiasmo por um par de cães, e uma para outra para necessidades fisiológicas várias, fiz um caminho bastante direto.

Cheguei em Reading já de noite, fui jantar com o Rodrigo (que trabalhou comigo na UFRJ e faz doutorado aqui) e o Slawomir Nasuto. Agora vou dormir. Depois de amanhã apresento meu seminário aqui.



Um comentário:

Marcelo Pará disse...

E ai Bruno,

não sei seus planos pra essa viagem, mas coloque ai em planos futuros:

http://www.anglotopia.net/countries/england/the-fiver-five-oldest-pubs-in-the-united-kingdom/